13.4.12

FILOMENA GONÇALVES (MENA)

Este é o segundo desafio Virtual/Real. Hoje desafiei a Mena. Eu falo aqui, ela fala no blogue De-OLHAR Amanhã invertemos. Eu publico o post dela e ela o meu. Depois tudo será devidamente arrumado no blogue VIRTUAL/REAL Façam os vossos desafios. Todas as 6ª feiras.



Já não sei muito bem como entrámos em contacto. Provavelmente foi no contexto da Tertúlia Virtual. A Mena é de Lagos (Algarve). Eu tenho lá um apartamento de férias. Este foi o elo de ligação. Marcámos um encontro no Largo do "Sebastião". Acho que foi em 2009. Tínhamos a referência das fotos dos respectivos blogues. Daí para cá, sempre que vou lá abaixo, marcamos um jantar ou um encontro. O certo é que tenho já uma série de amigos em Lagos. Gente da terra. Gente que me transmite uma outra visão da cidade. Lagos transformou-se de um simples local de evasão, numa segunda morada. Passei a ter o privilégio de participar da vida da cidade e de não me sentir um mero turista. A esse encontro com a Mena devo esta "integração".


A Mena é discreta, talvez um pouco tímida. Uma pessoa calma e ponderada de quem é fácil gostar. Nada nela é exibicionista. A vida nem sempre lhe tem sorrido, mas ela sabe vencer a vida. Há na Mena muito daquele mar salgado que se lançou às descobertas sem medo, mas sem saber para onde ia. Uma fatalidade que todos os algarvios têm. Um destino intrínseco que os leva para lá do mar, mas que acaba sempre em terra. Ela mora na praia e a praia mora nela. Uma praia enorme que a apaixona permanentemente.
Lagos foi capital dos Descobrimentos até 1460, data da morte do Infante D. Henrique. Foi aqui que a aventura começou. O Algarve conheceu uma fugaz expansão, para rapidamente entrar em novo declínio. O Algarve tem vivido em permanente sobressalto económico. O fluxo turístico que invadiu o território a partir dos anos 60 do século XX não alterou mentalidades. Há uma tolerância por parte dos "locais", mas, simultaneamente, a sensação de que lhes estão a tirar algo. De facto há dois "algarves" que nunca se misturarão. O Algarve dos hotéis e dos pacotes turísticos, dos "pubs" e das discotecas, das férias por atacado e dos escaldões a granel. E um outro Algarve das tradições e das tertúlias, dos pescadores artesanais e dos petiscos ancestrais, da gente que fala rápido e cerrado. Um Algarve que teima em sobreviver. Um Algarve que mantém uma enorme ruralidade à beira do oceano.
A Mena faz parte deste "núcleo duro" de pessoas que não se deixaram vencer pela vassalagem turística. Talvez sofram por isso... Mas só assim o Algarve continua manter a sua personalidade. A Mena pinta, desenha e dedica-se ao artesanato. Os seus trabalhos podem ser vistos nos blogues ARRABISCA e TRAPICE A Mena é, também, uma das dinamizadoras dos "Contos do Barão", uma tertúlia interessantíssima, que pode ser consultada a partir do blog LAGOS e à qual espero ir um dia destes.
No Verão de 2010, a Mena organizou um Encontro de Blogueiros, em Lagos. Foi a oportunidade de muitos se conhecerem (sabem quem é quem?). Uma noite magnífica de calor que ainda aguarda por "resposta". Para a Mena e para todos os amigos de Lagos vai este post, com saudades de quem ainda não foi "lá baixo" este ano.

36 comments:

Mena G said...

Cá te esperamos!!! Hão-de continuar a acontecer coisas boas!!!
Obrigada.
O VIRTUAL/REAL, promete...
:)))

João Menéres said...

Olha, olha !...
Estou ali !!!...

Mantenho contacto com quase todos e se não mantenho com todos é porque humanamente é impossível visitar tantos e tantos blogues.
E, então, se um blogueiro tem mais do que um blogue...nem o ZEUS se safava !

Um beijo para a MENA e um abraço para o JORGE que, aqui, confirmou a idéia com que fiquei da Mena logo no primeiro contacto.

Mena G said...

João, está ali e foi homenageado nesse jantar!!! :)

Li Ferreira Nhan said...

Morro de vontade de conhecer a Mena!
Parece uma mulher forte;
mas sinto tanta docura; café como eu gosto de saborear!

Quem sabe no próximo ano ímpar...
Temos muitas "figurinhas" pra trocar. Uma artista de mão cheia!!!

E o Algarve?
Não sei nem um grão de areia de lá! Imperdoável!

Do encontro da foto só conheço pessoalmente o Jorge. Mas alí há pessoas que são pedaços do meu coração no meu amado Portugal.
Um afetuoso e abrangente abraço a todos.
Um especial a Mena.
Agora vou saber do Jorge pelas mãos da Mena.
E quase sinto estar aí...

Um beijo João!!!!

xunandinha said...

É bom conseguir conhecer amigos virtuais,beijinhos neste que é o dia Internacional do beijo

João Menéres said...

Li

Descobriste-me ?


Um BeiJOÃO.

Li Ferreira Nhan said...

Claro João!
Já quase ao fim do comentário!
Adorei o "BeiJOÃO"
:))

Li Ferreira Nhan said...

Viste a maravilha que a Mena postou no "DE-OLHAR"?
Deixou-me com lágrimas!

Mena G said...

Li,se eu tiver acesso à sua morada JURO que lhe mando um bocadinho de areia da "minha" praia.
:)

Li Ferreira Nhan said...

Mena,
minha casa, tua casa!

byTONHO said...



Grande encontro,
expressivo DESAFIO!

Parabéns a todos!

:o)

Eduardo P.L said...

Jorge,

o VIRTUAL / REAL não é mais uma promessa! As sexta-feiras serão cada dia mais aguardadas para acompanharmos esses desafios. Um pouco mais de PUBLICIDADE durante a semana, mais uso do LOGO nos sidebar dos blogs participantes e a coisa pega! Quem não gosta de saber histórias de amigos! E de saber o que o amigo pensa de nós! Seu texto sempre brilhante!

João Menéres said...

O meu sidebar não aceita mais nada !
Nem consegui substituir o cabeçalho, imaginem !

Apaguei várias coisas na esperança de ganhar capacidade, mas NADA !

Por isso, penso que não me será possível colocar o logo do VIRTUAL/REAL !
De qq forma, a minha participação não será a curto prazo, pois ainda nem falei à L. REIS nisso.

João Menéres said...

Li :

Então não havia de ver ???

Um beijo ( ÃO ! )

Anonymous said...

Se, por um acaso, este fosse o desafio do Sr. Menéres, daria a esta foto o seguinte título:

"A Amizade é cor-de-laranja".

Como não é, o título é este:

"A Amizade é de todas as cores".

expressodalinha said...

A Amizade não tem mesmo cores. Por acaso adoro cor-de-laranja e sou do Benfica!

expressodalinha said...

O texto da Mena matou-me. Fiquei cheio de vontade de ir a Lagos.

expressodalinha said...

A Claire também foi. Onde estava na foto?

expressodalinha said...

Eduardo: obrigado pelo "brilhante". Foi sentido e não disse mais para não atrapalhar. Fica sempre muito por dizer. Se calhar as coisas mais fundas são as que não conseguimos expressar. Agora é a sua vez. Desafio e publicidade. Não conte muito comigo, que para a semana vou (finalmente) fazer "aquela coisa" ao hospital. Grrrrrr...

expressodalinha said...

Xunandinha: beijos sempre. Todo o dia é dia de beijo. Não me lembro de dia sem beijo. Beijo mais interiorizado, mais institucional, mais vibrante... todo o dia é de beijo. Mas, se hoje é O DIA DO BEIJO, não vou parar. Beijo para si e receba-o como melhor o quiser. É sincero e é todo seu.

expressodalinha said...

Tonho: o curioso nestes encontros é que cada um vai com suas ideias, com os seus preconceitos, com suas personalidades. Vai com receio de poder ser chato, de ter de enfrentar pessoas que, afinal, pouco lhe dizem. De repente tudo muda e vc enfrenta pessoas que o conhecem bem dos blogues e sobre si têm já ideias feitas. O divertido é mudar de opinião. Entender que o outro é muito mais do que a virtualidade que nos dá. Tonho, conheça virtuais, são gente de bem. Embrulhe-se com eles, não deixe a web tomar conta disto.

expressodalinha said...

A Li precisa urgentemente de areia.

Selena said...

Olá Jorge,

Como sempre muito inteligente a maneira como descreve o momento, o sentimento e toda gente, cada qual com seu jeito de ser observando e relacionando-os com a história e o tempo em tantos tempos diferentes. Pontua com exatidão como o lugar influência na natureza de alguém. Raizes, costumes e vidas. Genes que moram no ar e alcançam todo lugar. Belo e significativo encontro que se confirma na sensível e detalhada narrativa que ela faz.
Parabéns aos dois.

Beijos,

Eduardo P.L said...

Jorge,

só me preocupa essa sua operação. Não que tenha o menor risco. É banal.Mas porque sei que morres de medo de qualquer cirurgia! Mas quem não tem? Desejo que tudo corra de forma mais suave e indolor possível. E desejo uma pronta recuperação. Quanto a mim, tratarei de toda a PUBLICIDADE, e se meu desafiado aceitar, já tenho um amigo virtual/real para trocar textos!

myra said...

como gostaria de conhecer a Mena! e voces todos...pena que estou bem longe...

expressodalinha said...

OK, Eduardo. Vai correr bem, obrigado.

expressodalinha said...

Selena: obrigado pelos comentários. Uma análise (a sua) importante para mim.

expressodalinha said...

Myra: só se organizar um Encontro de Blogueiros aí :))

Mena G said...

A Claire fugia das máquinas fotograficas. Mas um ou duas dela do almoço de Domingo.

expressodalinha said...

Pois é, está escondida lá para trás. Um mistério.

Fatyly said...

Parabéns Jorge por tudo que tens aqui e como diz o João é "humanamente impossível" ir a todos os blogues, mas vou conhecendo a pouco e pouco.

Já me encontrei com algumas pessoas nestes 14 anos e alguns ficaram mesmo amigos...mas a outros encontros que me convidam não posso porque infelizmente "sempre estive em crise" loll

Agora um encontro na linha de Cascais (a finess) e ou vocês apanharem a linha de Sintra (a bagunceira) e encontrar-mo-nos para um cafezito no fim da mesma, até topo e posso:):):)

Gostei imenso!

Claire said...

Toutou escondida, adorei muito a Mena a MFátima e o Menéres
Mas odeio tanta tanto escrever. Não tenho de pedir desculpas pois não?
Jorge fiquei miúfas, é que se tu não abrires os olhos vai me doer e isso é muito mau, por isso trata de descontrair please

expressodalinha said...

Caire: e as aulas de português? :)) Eu topo, lá atrás...

expressodalinha said...

Fatyly: se houver novo Encontrão, abrem as inscrições :))

Luísa said...

Um mulher de linguagem clara e fortes afetos!
Um sinal de amizade que cimentaram com o tempo!
Parabéns, Mena!
Parabéns, JP!
Expressamente para o dois, mil beijinhos!

expressodalinha said...

Obrigado Luísa.