6.4.12

EDUARDO - O SENHOR DOS VARAIS

Naquele tempo, os blogues não tinham cara. As caras não tinham rosto. Ninguém tinha face. Havia um anonimato implícito na blogoesfera, como se a virtualidade não tivesse nome. Reconhecer o Eduardo não foi fácil. Era Junho. Ano, o longínquo 2008. Foi em Lisboa. Já não me recordo como cheguei ao Varal de Ideias (o blogue do Eduardo). Cheguei num estendal atlântico. Fizemos uma ponte inter-continental. Ele estava em Lisboa. Houve uma empatia imediata. Traçámos planos na mesa do jantar. Surgiram blogues colectivos: Tertúlia Virtual; A Favor e Contra; Mobilling; Pé de Moça... Já nem sei! Sei que foi a primeira vez que encontrei alguém que era "apenas" virtual.
Estar na blogoesfera não é fácil. Há uma permanente exposição pública... voluntária. O Eduardo gosta de se expôr. Pela última contabilidade, ele tem 59 blogues e não vai ficar por aqui. Quem é o Eduardo? Seguramente uma pessoa complexa e multifacetada. Pintor, escultor, apaixonado pelas artes, apaixonado pela vida. Um homem, simultaneamente, ponderado e exuberante. Abrangente e teimoso. Seguro das suas ideias, certo dos seus propósitos. Não gosta de voltar atrás e de pedir desculpa. Somos o oposto. Eu estou sempre a voltar atrás e a pedir desculpa. Então porque ficámos amigos? Curioso nesta relação, é que há uma uma sensação de irmandade recíproca. Uma ligação de personalidades fortes e afirmativas que se respeitam e complementam. Algo que não se explica.
Em Janeiro de 2010 fui à Piacaba. Entrei por São Paulo. Fizemos depois o trajecto de carro até Santa Catarina. Um trajecto de dez horas que deu para muita conversa. A Piacaba é o paraíso do Eduardo. Uma casa fantástica, atelier de escultura, estúdio de pintura... Um Brasil diferente.  Choveu três dias seguidos. O Eduardo gosta mais de ouvir do que de falar. Tem opiniões precisas e "quase" inabaláveis. O seu atelier respira criatividade. Creio que há no Eduardo uma necessidade imperativa de agregação. E, no entanto, ele é muito exclusivo. São estas contradições que fazem as personalidades cativantes.
Uma casa no meio da mata. A praia ali tão perto. Esta é a Piacaba. Foi em 2000 que Eduardo concretizou o sonho. Para um europeu, tudo é estranho nestas paragens. Há um espaço que custa a entender. Uma grandeza que se perde na imensidão do horizonte. Os turistas não são espanhóis, mas argentinos. Não há queijo da Serra e o bacalhau é uma miragem. Nem sempre entendemos o que nos dizem e temos de falar devagar para ter algum reconhecimento verbal. Mas, se não fosse assim, mais valia ficar em Lisboa. É uma sensação magnífica ouvir a nossa língua falada com vibração. Cantada com poesia. Entoada com as mil cores da mata atlântica.
Não sou de cerimónias. Andei pela casa toda. Fotografei tudo o que mexe. Este é o quarto do Eduardo. Às vezes ponho-me a pensar no gozo que deve ter dado planificar este sítio. Os planos que foram feitos. O prazer de ver a obra concretizada. Este é um quarto de sonho. Quem tem um quarto destes, tem de ser especial.
Estar por detrás de um grande homem quando se é uma grande mulher, não é fácil. Paulinha não está atrás. Está ao lado. Uma "paulista" convicta, Paula é uma personalidade cativante. Há encontros que estão pré-destinados. Este foi um deles. Eduardo é um homem de sorte.
Eduardo é o Senhor dos Varais e o Homem das Mil Caras. Com ele a blogoesfera nunca acabará. Tenho por ele uma profunda estima e um enorme carinho. Estranho, sinto um à vontade com ele que não sinto com muitos amigos "reais". Talvez haja entre nós uma ligação primordial.

52 comments:

Eduardo P.L said...

Jorge,
acho que mais uma vez você se saiu melhor, muito melhor, do que eu. E por isso gosto tanto do amigo. Aprendo sempre! Já foram cinco ou mais anos de muito aprendizado, e sei ainda ter muito a aprender!
Somadas as minhas dúvidas do por que dessa química que juntam as pessoas, e suas explicações, saímos relativamente bem.
O que te pareceu?

Paula Canto said...

Vocês dois são campeões nas descrições de suas histórias. Estou gostando muito disso!
Abraços

Eduardo P.L said...

Paulinha,

acabo de escrever nos comentários do Varal, sobre este texto, dizendo que você não iria gostar de saber que "anda a meu lado"...sei que gostaria de estar sempre "na minha frente"....srsrs

expressodalinha said...

A Paulinha sabe que eu sou um "diplomata".

expressodalinha said...

Não há melhor ou pior, Eduardo. São descrições que se completam extrordinariamente bem. Gostei do totalmente abstémio.

Eduardo P.L said...

Jorge, quem é diplomata sou eu! Não contei das caixas de vinhos que levou para a Piacaba, e que bebemos todos...

Mena G said...

Uma ideia brilhante e brilhantes os ambos os posts! Claro que comento igual ao Eduardo... :)

byTONHO said...



"VirtuREALidades!"

:o)

Selena Sartorelo said...

Jorge...que narrativa fascinante.

Fatyly said...

Adorei esta partilha e as fotos retratam um paraíso tropical, tão parecido com o meu e do qual tenho imensas saudades.

Como sempre a tua escrita é sucinta tal como referido pelo Eduardo, mas se tinha que eleger o melhor...sinceramente não queria fazer parte do júri.

Só que menino Jorge vai lá emendar Picaba para Piacaba caso contrário podemos pensar em locais diferentes e ainda vou aterrar na Picanha hehehehehe

As amizades acontecem e por vezes somos surpreendidos neste mundo de cabos, onde há gente boa e má como na vida real onde na minha opinião, com o andar do tempo acabam por mostrar o que realmente são - bons ou maus, fanáticos ou não, etc., por amizades surpreendentes, sem "mistérios" desde que a construção comece com alicerces sólidos e verdadeiros: não fazerem perguntas sobre a vida privada, e outras do género, mas respeitarem sempre o espaço que cada um de nós ocupa neste mundo de cabos!

"Aconteceu" como diz o Eduardo e "estranho" o à vontade que nutres por ele...talvez o mistério ou fórmula mágica seja muito parecida com a minha:

respeitar para ser respeitado e já fiz 4 grandes amizades de mais de dez anos e que por vezes nos encontramos mas jamais numa de sermos lapas com telefonemas, e-mails ou lá dessa coisa do Skype:)

Nota 20 aos dois e obrigado por este momento de leitura!

Um abraço expressodalinha (não sei porquê) vou sempre mais pelo nick do que pelo nome...mas se mudam fico à nora, mas descubro porque depois de tanto ler sobre...não há como disfarçar!

myra said...

adoro voces, que maravilha de amizades e que esplendor de sentimentos como gostaria de conhecer "realmente" voces dois...se eu nao fosse tao velha ja teria ido ver voces e logica a grande mulher atras ( ou na frente ) do Eduardo.
Mas ter visto, conhecido vcs aqui tambem é maravilhoso. Voces nao podem imaginar qto eu os admiro e quero bem, e que companhia me fazem!!!
beijos imensos aos dois!

Selena Sartorelo said...

Gente que maravilha isso aqui. vim primeiro aqui, depois fui no Varal...expliquem por favor essa onipresença? São rápidos demais. Os comentários estão excelentes. Emocionante de serem lido na verdade..até nas partes que são engraçadas.

Eduardo P.L said...
This comment has been removed by the author.
Eduardo P.L said...

Myra,

como ainda não comentou no Varal, vou fazer aqui uma observação importante: tem se falado muito da Paulinha e nenhuma palavra da minha querida FERNANDA, esta sim mulher que esta nos 360º do Jorge! Eu que o diga! A falta que senti dela, para não dizer a que ele ( Jorge ) sentiu, na estada na Piacaba em 2010. O Jorge, sem a Fernanda, não esta completo. E tenho certeza que a recíproca seja verdadeira!

expressodalinha said...

Selena: basta acertar os relógios... cuidado com os fusos :))

expressodalinha said...

Eduardo: eu levei caixas de vinho?!...

expressodalinha said...

Eduardo: pois foi, essa parte eu não contei... Gosto dos 360º!

expressodalinha said...

Fatyly: corrigido. Obrigado.

expressodalinha said...

Selena: tb está convidada para vir cá jantar... é só apanhar o avião, depois vira à direita e segue em frente. É a sexta casa à esquerda.

Paula Canto said...

Pessoal, o que o Eduardo disse é verdade, sobre a Fernanda. Bem que ela podia estar participando, porque a aula que tive sobre Lisboa com a Fernanda... "aluna" nenhuma esquece.
Myra, como ja disse, de blogs não participo mas de reuniões, bagunças, etc... isso sim. Adoro e agito... Sou a vavor de promover NOVOS ENCONTROS, e vou adorar se for em casa.

Selena Sartorelo said...

Vontade não me falta Jorge, uma viagem dessas requer muita produção. Mas, por via das duvidas anotei a indicação....Venham vocês, porque não?

Selena Sartorelo said...

A Paulinha convidou e eu ajudo no que for preciso, se for, pq pelo visto ela é muito boa em produzir tudo isso :)

peri s.c. said...

Meninos, estava curioso para ver o que seria este encontro, foi muito menos conciso do que imaginava. Parabéns pela dedicação com que se atiraram à confecção destes posts e a consistência do que apresentararm . Abraços a dupla.

daga said...

O que dizer, Jorge, desta vossa amizade Virtual/Real... são os dois "artistas", no sentido estético mesmo o Eduardo pintor,escultor, tu músico, escritor etc :)) é bom ver como consolidaram esta amizade apesar da distância real, a proximidade virtual é grande!
beijo

expressodalinha said...

Selena: produção?! Isso é defeito profissional :)) Tb anotei... um dia a gente se vê.

expressodalinha said...

Mauro: está a ver se escapa? Tb está na lista... Obrigado pela apreciação.

expressodalinha said...

Graça: pos, connosco é real/real. O curioso aqui é o virtual ter chegado tão tarde.

Anonymous said...

Pela parte que me toca, agradeço mto ao Eduardo e Paulinha o não se terem esquecido de mim....Já tenho saudades vossas de maneira que o melhor seria pensarem vir cá outra vez...Podem-me contar mais histórias da estadia do Jorge convosco....!!! Pelo que li pareceu-me interessante ;)!!!
Bjs aos 2
Fernanda

Eduardo P.L said...

FERNANDA,

estamos da mesma forma saudosos de você! Fez muita falta na ultima estada do Jorge! Só você sabe cuidar dele, como se deve! Não deixe-o vir só, nunca mais! Vamos nos ver aí, ou cá, com urgência.

Eduardo P.L said...

Jorge,

tu ainda não tinhas bebido quando comprou, não caixas, mas carrinho de super mercado, cheio de preciosos vinhos. Não lembra???

expressodalinha said...

Eduardo: ela vai ficar "que não se pode"... Mas, se calhar, é verdade.

expressodalinha said...

Não eram 7UP?! Agora é que estou a entender tudo...

Fatima Cristina said...

Bah! Que postagem sensacional!
Adorei a brincadeira.
Agora vou lá ler a do Eduardo.

Jorge, ainda não encontrei pessoalmente o Eduardo, mas muito do que você descreveu também é o que eu imagino dele.

Beijos e parabéns aos 2!

Selena Sartorelo said...

Preparando o bacalhau pro jantar, fico entre um blog e outro, às vezes passo no facebook...mas essa interação virtual é muito legal. Vocês são surpreendentes realmente. Vou correr se não o bacalhau vai queimar.

Fatima Cristina said...

O meu bacalhau já fiz hoje.
Ficou delicioso.
Trouxe de Lisboa em Janeiro.

Mas eu voltei aqui para dizer ao Jorge que agora é a vez dele me visitar em Graz!

Beijos!

Fatima Cristina said...

Lógico que com a Fernanda!
Beijos aos 2!

expressodalinha said...

Fátima: por acaso tb almocei um bacalhau cozido. Seguiu-se um queijo de Serpa, uhmmmmmmmm... Qt a Graz o pior é o $$$$, mas nunca se sabe. Beijos e obrigado.

expressodalinha said...

Mena: agora és tu...

João Menéres said...

O SENHOR DOS VARAIS e o SENHOR DO
EXPRESSO merecem um bom bocado de tempo que só poderei ter na 2ª fira.
Voltarei, descansem !

Abraços com amêdoas, Pão de Ló e um bom Vinho do Porto.

expressodalinha said...

Boa Páscoa João.

João Menéres said...

JORGE

O apetite era tanto, que até comi o > e < de 2ª feira !

Obrigado e um beijo para a Fernanda.

Deusa said...

Sentir a veracidade + a sinceridade nas palavras escritas por várias pessoas ao mesmo tempo é como degustar os manjares dos deuses.
Indubitavelmente , senti tudo isso aqui.
Obrigada por compartilharem isso.

expressodalinha said...

Isso deu-me uma nova ideia para o próximo. Obrgado Deusa.

CONCEIÇÃO DUARTE said...

Que interessante o depoimento de vocês dois. Lí primeiro o do Eduardo e agora vim pra cá.
Vocês são amigos e assim como o amor de um homem e uma mulher quando acontece não se explica.
Nem sempre somos iguais, nem parecidos, nem tão diferentes, mas algo "combina" tão bem, que faz com que passemos uma vida juntos e um não vive sem o outro. Com amigos de verdade, é assim. Não se explica o porquê. Acontece e ponto.

Ainda pude curtir um fiapo de instante com vcs quando Jorge esteve em São Paulo. Foi muito bom. E tudo o que você, Jorge, diz a respeito de Eduardo, é verdade. Ele é um cara múltiplo, cheio de personalidade, e cheio de qualidades. Uma delas é a de ser amigo. Ele sabe fazer isso como ninguém, quando ele gosta de alguém ou quando alguém o cativa só isso é preciso. Ele presenteia, ele te eleva, ele fica amigo. Mesmo a distância, mesmo que virtualmente, percebe-se EDUARDO - Quanto a Paulinha, ela é o pedaço dele que foi tirado daquela costela rsrsrs É a metade que o completa.

Quanto a mim, sou admiradora e torcedora de vocês, que considero pessoal especiais.

Um grande beijo, CON

Selena Sartorelo said...

rssrDesculpe jorge mas hoje eu não estou conseguindo evitar os meus maus vícios rsrs Espero que entenda e perdoe ma vou repetir e enfatizar outro vixi!! Lá vai.

Vixi Con e vou fazer uma sugestão, esse comentário vale um post, um postão. Num é Eduardo?

P.S. Imagina nós duas contando sobre o "nosso" momento..quer falar sobre o assunto? rsrs

expressodalinha said...

Conceição: foi de facto uma noite inesquecível. Temos de repetir, até porque soube a pouco. E mais uma vez, graças à hospitalidade do Eduardo e da Paulinha.

expressodalinha said...

Selena: exacto, tem aí um desafio à altura... um frande vixi para as duas (?)hahahaha...

expressodalinha said...

GRANDE...

João Menéres said...

Isto vai de vento em popa !

Sugiro, desde já, que o EDUARDO amplie o seu latifúndio daqui a uns tempos !

Beijos/Abraços para quem tem tanto tem animado com inteligência e humor estes COMENTÁRIOS, tanto no
EXPRESSO DA LINHA como no VARAL DE IDÉIAS !!!

A minha admiração e elogio a cada um dos vários blogueiros.

expressodalinha said...

Já aumentou :))

Eduardo P.L said...

É verdade, João e Jorge:
o blog já esta criado para que não se "perca" nos arquivos essas postagens.
Se chama: VIRTUAL / REAL - Nossas histórias, e pode ser visto e SEGUIDO através do link:
www.virtualrealvirtual.blogspot.com/
Depois me digam se gostaram.

expressodalinha said...

Já inaugurei.